Image of the United States Flag to represent a link to the content of this page in English (en_US)
Como Fazer (E Repôr) o Backup do Seu Site em WordPress

Como Fazer (E Repôr) o Backup do Seu Site em WordPress

Atualizado a: 14 de Maio, 2024

Neste artigo vou mostrar-lhe Como Fazer (E Repôr) o Backup do Seu Site em WordPress de duas das maneiras mais fiáveis.

Quando temos um site WordPress, por vezes precisamos fazer alterações significativas como, alterar o layout com um novo tema, ou fazer alterações ao tema atual, implementar uma nova funcionalidade através da instalação de um novo plugin que, por vezes pode simplesmente, crashar todo o site e deixá-lo sem opção de recuperação. 

Podem ser 1000 motivos como, mudar de alojamento por exemplo, ou simplesmente, ter o seu site hackeado ou com malware. Torna-se por isso imprescindível que faça e guarde frequentemente cópias de segurança (backups) do seu site WordPress, o que muitas vezes, pode ser uma dor de cabeça, mas relaxe. 

As Duas Maneiras mais Fiáveis para Fazer Backup do Seu Site WordPress 

Neste artigo irei dar-lhe duas maneiras “menos técnicas” e portanto, mais fáceis e fiáveis para fazer o seu backup (e repôr esse mesmo backup, se necessário) sem muitos problemas. Mas atenção, podem sempre surgir contratempos quando se utilizam serviços de terceiros, portanto vale o que vale. 

As maneiras de fazer backup do seu site WordPress que irei cobrir neste artigo são as seguintes: 

  • Backup através do Softaculous (CPanel). 
  • Backup através de um Plugin (UpdraftPlus). 

Backup Através do Softaculous

Para começar, na altura de instalar o WordPress, convém que escolha de imediato a opção de fazer o backup agendado regular do seu site. 

Quando estiver no formulário de instalação do Softaculous, num dos últimos quadros do formulário, tem uma secção chamada “Opções avançadas”, em que basta clicar no botãozinho de “+” para expandir esse quadro conforme ilustra a imagem abaixo.

Após expandir, basta no quadro aberto, escolher a frequência com que pretende os backups agendados, e a a rotação dos mesmos. 

A imagem abaixo ilustra aquilo que, para mim é a melhor configuração, sem ocupar gigas de espaço na sua conta de alojamento web, principalmente se tiver pouco espaço em disco atribuído.

Se pretender, pode consultar este artigo com um tutorial completo sobre Como Instalar o WordPress no seu Alojamento Remoto em que seguimos todos os passos representados nas imagens acima com o Softaculous.

Como Fazer Backup do Site WordPress no Softaculous

Mas suponhamos que pretende fazer um backup urgente porque precisa, por exemplo, de mudar de tema ou de fazer alterações profundas que possam comprometer a integridade do site e, por sorte ou por azar, na altura da instalação não programou backups automáticos. 

A solução é voltar ao Softaculous. 

Mais uma vez, acedemos ao cPanel como mostrado na imagem abaixo e clicamos no ícone do Softaculous. 

Na Página inicial do Softaculous, clicamos no botão do canto superior esquerdo que diz “Installations” para acedermos às instalações ativas que fizemos com esta mesma aplicação conforme ilustra a imagem abaixo

Após acedermos à lista de Instalações ativas, vemos que elas são listadas pelo domínio para onde estão apontadas conforme a imagem abaixo mostra. 

Basta clicar no ícone verde com formato semelhante a uma pasta zipada para procedermos então ao backup completo do nosso site WordPress.

Na imagem abaixo vemos já o formulário de backup do site que nos é apresentado, com as opções de fazer backup de toda a pasta e de toda a base de dados. Obviamente convém deixar isto checkado, a não ser que pretenda apenas um backup da base de dados e não da instalação do WordPress em si. Pode ser útil caso tenha malware no seu site WordPress ou algo semelhante.

Depois basta só fazer scroll para baixo e clicar no botão azul que diz “Backup Installation” conforme mostrado na imagem abaixo. Após clicar o backup inicia e deve levar mais ou menos tempo, consoante o tamanho do seu site (ficheiros, multimédia, etc)

Onde Fica Depois Guardado o Backup do Site?

O Backup, se deixou tudo como estava na imagem mais acima em que a localização estava definida para “Default”, então os backups são armazenados no próprio alojamento do seu site.

Aqui pode depender um bocado das empresas de alojamento. Eu neste caso estou a utilizar a Namecheap, onde tenho todos os meus sites alojados, portanto a informação a seguir vale para a Namecheap, mas pode diferir ligeiramente de alojamento para a alojamento. 

Mas por norma o Backup ficará armazenado numa pasta chamada “Softaculous Backups”  e poderá aceder-lhe clicando no Gestor de Ficheiros do seu cPanel. 

Na imagem abaixo vemos o cPanel com o Gestor de Ficheiros “File Manager” em destaque. 

Quando entramos no Gestor de Ficheiros vemos que, à esquerda temos a lista de pastas presentes no nosso alojamento. Na imagem abaixo ocultei a maior parte das pastas por questões da minha própria segurança, mas pode ver que, juntamente à pasta comum de instalação do site, a célebre pasta “public_html”, encontra-se abaixo também uma pasta chamada “softaculous_backups” e acho que nome diz tudo. 

Ao clicar sobre o ícone da pasta, acedemos ao interior da mesma, onde observamos listados os respectivos backups do nosso site criados pelo softaculous conforme mostrado na imagem abaixo. Estes backups estão comprimidos, por norma em formato *tar.gz que é um formato de compressão de ficheiros do género do *zip ou *rar. 

Conforme vemos na imagem acima, se clicarmos com o botão direito do rato sobre uma das pastas zipadas (tar.gz), vemos que temos a opção de fazer o download das mesmas se necessário. 

Por questões de segurança, pode fazer download e guardar uma cópia desses ficheiros no seu pc ou numa cloud como o Google Drive. 

Se Necessário, Como Repôr um Backup Através do Softaculous

Na página inicial do Softaculous, basta clicarmos no botão do canto superior direito que diz “Backups”, conforme mostra a imagem abaixo. 

Após clicarmos no respetivo botão, acedemos à página onde estão listados os backups existentes do Softaculous e a sua respetiva data de criação conforme mostra a imagem abaixo. 

No lado direito de cada linha do backup, temos a opção de: Fazer o Download do Backup como mostrado no pormenor de imagem abaixo. 

Ou então de Repôr o respetivo clicando no ícone ao lado conforme detalhado na imagem abaixo.

Segunda Opção: Backup Através de um Plugin (UpdraftPlus)

O UpdraftPlus é um dos plugins gratuitos mais fiáveis para backup e reposição de cópias de segurança do seu site WordPress. 

Para fazermos o download do UpdrafPlus, basta clicarmos em “Plugins > Adicionar Novo Plugin” na nossa área administrativa do WordPress conforme visualizado na imagem abaixo. E na caixa de pesquisa escrevermos “updraftplus”. Deverá ser um dos primeiros resultados a aparecer. Clicamos de seguida em “Instalar”. 

Após ativado o plugin, podemos aceder-lhe através do menu “Opções” clicando depois em “Backups do UpdraftPlus”, conforme ilustra a imagem abaixo. 

Na página de administração do plugin, vemos várias abas na parte superior, sendo que devemos primeiro selecionar a aba “Definições”, para configurarmos também a opção de definir backups automatizados com a respetiva regularidade. 

Podemos também efetuar ligação a um sítio remoto onde os backups ficarão guardados, como por exemplo, o Google Drive. A imagem abaixo ilustra a página de administração do plugin UpdraftPlus. 

Mais abaixo nessa mesma página de definições, podemos escolher o que pretendemos que seja salvo no backup conforme ilustra a imagem abaixo. 

Fazendo então Backup no UpdraftPlus

Depois de feita a ligação com o sítio remoto onde queremos armazenar os nossos backups e termos definido os backups automáticos, é agora altura de clicarmos novamente na aba “Backup/Restore” e clicar no grande botão azul que diz “Backup Agora” conforme vemos na imagem abaixo. 

Após clicarmos, é-nos apresentado uma janela para definirmos se queremos adicionar a base de dados, os ficheiros e se queremos enviar esse backup para a localização remota conforme mostra a imagem abaixo. Escolha o que pretende incluir e depois clique no botão para iniciar. 

Depois de clicar, o backup deverá iniciar conforme ilustrado na imagem abaixo. 

Quando o backup termina, vemos uma janelinha de prompt a dizer que o backup foi bem sucedido e, ao fazermos scroll para baixo, poderemos ver o nosso backup listado nos backups disponíveis. A imagem abaixo mostra-nos o aspeto do nosso novo backup agora listado. 

E Agora como Repôr um Backup do UpdraftPlus? 

Para repôr, só temos agora de executar o processo inverso quando estivermos no novo servidor, ou alojamento, ou mesmo até, na nova instalação do WordPress. 

Comece por instalar o WordPress normalmente como faria com o Softaculous, não personalize nada, apenas utilize o mesmo Nome de Utilizador, o mesmo Email, e mesma Palavra-passe que utilizou no site anterior ao qual fez o backup, por questões de coerência, porque quando acabar de fazer o backup, a sua sessão no novo site irá terminar e ser-lhe-á pedido para se autenticar agora com os dados do site antigo. 

Após feita a instalação nova, basta ir ao repositório do WordPress, fazer novamente o download e instalação do UpdraftPlus como explicado acima. Configurar novamente, fazer a ligação ao sítio remoto onde guardou o backup e, se tudo correr bem, o backup deverá aparecer listado como na imagem abaixo. Basta depois clicar em Restaurar. 

Como já referi, após o backup reposto, a sua sessão é terminada e ser-lhe-á pedido para se autenticar novamente. Não se esqueça que deve utilizar agora o Nome de Utilizador/Email e Palavra-passe que tinha no site antigo, caso tenha definido credenciais novas na nova instalação. 

Depois de autenticado, se quiser, poderá voltar a definir novas credenciais, caso seja esse o seu interesse com a nova instalação. 

Conclusão

Backups podem às vezes não correr bem, portanto, jogue pelo seguro e faça o backup das duas maneiras recomendadas antes de proceder à destruição da instalação atual. 

Recomenda-se também que faça downloads dos backups feitos e guarde-os noutro local fora do seu servidor, seja em armazenamento local ou remoto. 

Se alguma coisa correr mal, eventualmente terá de se preparar para fazer muitas correções manuais, como por exemplo em caminhos de ficheiros, etc, mas por norma, das duas maneiras que foram aqui apresentadas, o backup é bem sucedido, e por norma a reposição também tende a correr bem. 

Assim sendo, resta-me desejar-lhe boa sorte. 

*(Este artigo foi escrito inteiramente por um Humano, sem qualquer recurso a Inteligência Artificial (excepto para criação, ou edição de imagens). Para mais detalhes leia a minha Declaração de Humanidade)

**(Pode Conter Links de Afiliado. Significa que posso ganhar uma comissão cada vez que clicar num dos links externos, mas não se preocupe. Não tem qualquer custo adicional para si, pelo contrário, por vezes pode até ter benefícios e descontos extra. E estará a ajudar à manutenção do blog. Para uma informação mais detalhada consulte a minha Declaração de Afiliado)

Receba o Guia com AS 10 HABILIDADES MAIS REQUERIDAS NUM WEB DEVELOPER

Junte-se à minha Lista e receba o guia das 10 HABILIDADES MAIS REQUERIDAS NUM WEB DEVELOPER entre outras novidades futuras.

Não envio spam! Leia a minha política de privacidade para mais informações.

Este Artigo Foi Útil?

Obrigado pelo seu feedback!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2023 - 2024© (Copyright) L. R. Neves | Todos os Direitos Reservados. Eu mesmo Desenvolvi e Implementei todo o Site e sou o Principal Escritor de Todos os Artigos.